Safra 2018/19 no MS
4 coisas que você precisa saber sobre a safra de soja no Mato Grosso do Sul
16/abr/2019

Depois de três meses na estrada avaliando lavouras de soja pelas principais regiões produtoras do Brasil, chegou a hora de compartilhar alguns dos resultados e informações coletadas no campo. De 23 a 26 de janeiro, a Equipe 2 do Rally da Safra 2019 visitou o Mato Grosso do Sul. Nossos técnicos e convidados passaram pelas regiões de Dourados e Maracaju, terminando a etapa em Campo Grande.

Uma das conclusões do time de campo do Rally da Safra é que a produtividade foi inferior à da safra passada, caindo de 60 sacos/hectare em 17/18 para 50,4 sc/ha nesta temporada.

Em nosso e-book, listamos as principais características da safra em cada uma das principais regiões produtoras do país. O conteúdo é gratuito e pode ser baixado clicando aqui. Abaixo, listamos alguns dos motivos que levaram à redução da produtividade da soja no Mato Grosso do Sul.

Os principais destaques da safra de soja 2018/19 no Mato Grosso do Sul

1. O Sul do estado sofreu com veranicos consecutivos de mais de 20 dias, o que comprometeu significativamente as lavouras de ciclo precoce.

2. Houve redução do ciclo das lavouras em pelo menos 7 dias — e o peso de grão caiu significativamente.

3. No Norte do Mato Grosso do Sul, as produtividades são boas, apesar do clima irregular.

4. Lavouras de ciclo médio e tardio apresentam melhor potencial produtivo.

Rally da Safra 2019 volta ao Mato Grosso do Sul

A Equipe 12 da expedição retornará ao estado em junho para avaliar as lavouras de milho segunda safra. Durante a viagem, nossos técnicos realizarão um evento regional para produtores rurais de Dourados/MS. As inscrições são gratuitas e já podem ser realizadas clicando aqui.

O Rally da Safra 2019 chega à 16ª edição com patrocínio do Banco Santander, FMC, Corteva Agriscience, OCP, VLI e Amarok / Volkswagen, com apoio da FIESP, Fundação Agrisus e WebMotors.

TODOS
NOTÍCIAS
DIÁRIO
PATROCINADORES:
APOIADORES: