Equipe 12
Na última etapa de avaliação de lavouras de milho, Rally da Safra volta ao Mato Grosso do Sul
01/jun/2019

O Rally da Safra, principal expedição técnica privada sobre a safra de grãos no Brasil, volta ao Mato Grosso do Sul a partir da próxima segunda-feira, dia 3 de junho, para avaliar as condições das lavouras do milho segunda safra na região do Centro-Sul do Estado. A expedição, organizada pela Agroconsult, sairá de Campo Grande com destino a Dourados e, em seguida, visitará propriedades no sul do Estado, passando pelos municípios de Sidrolândia, Maracaju, Rio Brilhante, Caarapó, Naviraí, entre outros, nesta última etapa de trabalhos em campo. No dia 3 de junho, os técnicos realizam evento gratuito para produtores e profissionais do setor em Dourados, às 18h.

Em alguns municípios, o clima mais irregular no Sul do Mato Grosso do Sul e Paraná restringiu um pouco o potencial das lavouras. Nas proximidades de Dourados e Maracaju/MS, houve um veranico de 30 a 40 dias. No Paraná, não houve veranicos tão longos assim, mas a chuva foi mais irregular, especialmente no Noroeste do estado.

A estimativa de produção, segundo dados do início de maio da Agroconsult, é de 74,2 milhões de toneladas, um recorde para a segunda safra. O volume é 38% acima da temporada passada, quando houve quebra no Paraná e no Sul do Mato Grosso do Sul. Somadas 26,2 milhões de toneladas da primeira safra, a produção brasileira de milho deverá ultrapassar a marca de 100 milhões de toneladas, ante 81 milhões de toneladas no período anterior. A estimativa de área plantada é de 12,3 milhões hectares, um crescimento de 7% sobre o ciclo 17/18.

Segundo André Debastiani, coordenador do Rally da Safra e sócio analista da Agroconsult, o plantio do milho safrinha foi o mais antecipado dos últimos anos. Nos principais estados produtores – MT, GO, MS e PR – praticamente todas as lavouras foram semeadas dentro do calendário considerado ideal ou de baixo risco climático.

“O excelente calendário sustenta boas expectativas para a safrinha. Nas principais regiões produtoras as lavouras estão em excelentes condições”, afirma Debastiani. O bom nível de investimento nas lavouras e o prolongamento da temporada de chuva faz com que as condições das lavouras de milho safrinha estejam muito boas. “A maior preocupação agora gira em torno das chuvas na colheita que podem gerar perdas de qualidade”.

No evento em Dourados, o produtor terá informações sobre o mercado de grãos e as perspectivas para 2019. “Será um momento de debate, construção de conhecimento e de retribuirmos aos produtores todos os dados coletados em campo, além de uma oportunidade de reuni-los para troca de informações e interação com os técnicos das empresas patrocinadoras”, explica Debastiani.

Rally da Safra 2019 - Evento em Dourados/MS

Equipes do Rally da Safra em campo

Nesta 16ª edição do Rally serão 12 equipes em campo, das quais nove avaliaram as lavouras de soja até o mês de março. Outras três irão a campo entre maio e junho para verificar as áreas de milho segunda safra. O levantamento acontece nos 14 principais estados produtores: Mato Grosso, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí, Tocantins, Rondônia e Pará.

Além das avaliações em campo, a expedição somará dez eventos regionais e encontros com produtores para debater as condições da safra brasileira. A expedição estima percorrer mais de 100 mil quilômetros neste ano.

Organizado pela Agroconsult, o Rally da Safra 2019 chega à 16ª edição com patrocínio do Banco Santander, FMC, Corteva Agriscience, OCP, VLI, Amarok / Volkswagen,  com apoio da FIESP, Fundação Agrisus e WebMotors.

O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo site www.rallydasafra.com.br, com informações atualizadas diariamente no www.twitter.com/RallydaSafra e www.facebook.com.br/RallydaSafra

Rally da Safra 2019 - Campo Grande/MS a Dourados/MS

TODOS
NOTÍCIAS
DIÁRIO
PATROCINADORES:
APOIADORES: