Equipe 8
No MAPITOBA, a reta final das avaliações de soja do Rally da Safra
26/mar/2019

A penúltima equipe de avaliação de soja do Rally da Safra 2019 percorreu o MAPITOBA de 11 a 17 de março, colhendo os dados das últimas regiões que havia para percorrer nesta temporada. O que se viu no campo depois de 15 mil quilômetros e mais de 120 amostras não foi diferente do que nossos técnicos encontraram no restante do país ao longo dos últimos três meses. O clima irregular trouxe muita variação às condições das lavouras. Em resumo, houve uma quebra em relação ao potencial da safra. Apesar disso, a produção nessas regiões deverá ser muito boa – feitas às contas, poderá ser a terceira ou talvez até a segunda melhor safra já registrada.

Para se ter uma ideia do que ocorre no campo. Na Bahia, há áreas que sofreram muito com a falta de chuva – é o caso de São Desidério, por exemplo. Mas em outras, como Placas, Bela Vista, Coaceral, a produtividade pode se aproximar muito da obtida na safra passada, quando muitos recordes foram batidos.

A situação foi bem parecida no Piauí – lavouras melhores nos arredores de Bom Jesus, onde choveu mais, e piores em direção a Uruçuí, onde o clima foi mais seco. Alguns grandes grupos no estado tiveram perdas. Também no Maranhã o cenário é semelhante.

As conversas com inúmeros produtores ajudaram a confirmar essas impressões obtidas no campo. Além das visitas à diversas fazendas, houve dois grandes encontros ao longo da semana: um evento regional em Luís Eduardo Magalhães (BA), com 200 participantes, e um café em Bom Jesus que reuniu 60 produtores.

Rally da Safra 2019 na Bahia

Conclusão da primeira etapa do Rally da Safra 2019

Nesta quinta-feira, 28 de março, os resultados do Rally da Safra serão apresentados na sede da Fiesp, em São Paulo. Em maio voltaremos à estrada para avaliar as lavouras de milho safrinha.

TODOS
NOTÍCIAS
DIÁRIO
PATROCINADORES:
APOIADORES: